Arquivo da Categoria: Nação Zumbi

Mundo Livre S.A. vs Nação Zumbi (2013)

Capa_Mundo_Livre_SA_Vs_Nação_Zumbi-300x250

Mundo Livre S.A. e a Nação Zumbi são os dois maiores nomes do manguebeat interpretando, cada um, sete dos maiores sucessos do outro.

No repertório, estão sucessos como “Meu Maracatu Pesa Uma Tonelada” e “A Praieira”, da Nação Zumbi, e “Musa da Ilha Grande” e “Bolo de Ameixa”, do Mundo Livre S.A.. A parte da Nação Zumbi foi produzida pela própria banda e gravada no estúdio El Rocha (SP), e as vozes no estúdio Fine Tunning (SP). As músicas do Mundo Livre S.A. foram produzidas, gravadas e mixadas pelo tecladista do grupo, Leo D, no estúdio Mr. Mouse (PE).

Dáumload

Nação Zumbi (Discografia)

capaNação Zumbi (antes conhecido como Chico Science & Nação Zumbi até 1997) é uma banda brasileira, nascida no início da década de 1990, em Recife, capital do estado de Pernambuco, a partir da união do Loustal, banda de rock pós-punk, com o bloco de samba-reggae Lamento Negro, e originalmente chamava-se “Chico Science & Nação Zumbi“. O líder e vocalista da banda, o cantor e compositor Chico Science, fundou, junto com a banda Mundo Livre S/A, o movimento Manguebeat. Nação Zumbi, ao lado de bandas como Raimundos e Planet Hemp, foi responsável pela “abertura de portas” para o rock dos anos 90, sendo uma das mais influentes bandas de todos os tempos. No ano de 1991, em Olinda, aconteceu o primeiro show da banda, com o nome provisório de “Loustal & Lamento Negro”, numa festa chamada “Black Planet”. Neste mesmo ano, Chico Science e Fred Zero Quatro (do grupo Mundo Livre S/A) escreveram um Release, que acabou virando um manifesto do movimento Manguebeat, o Manifesto dos Caranguejos com cérebro, que tem como símbolo, uma antena parabólica colocada na lama, tornando-se assim um dos principais movimentos e banda dos anos 90 no Brasil, lutando por melhorias sociais na vida da população, não só de Recife e do Estado do Pernambuco, mas como de todo cidadão brasileiro. A presença da tecnologia é uma marca do movimento, que engajava-se para a melhor exploração do mangue e alertando a todos que ali encontra-se os Caranguejos com cérebro, sempre antenados.

No dia 2 fevereiro de 1997, Chico Science  faleceu devido a um acidente de carro quando seguia de Olinda para Recife. Em seu lugar nos vocais veio Jorge dü Peixe, que já tocava alfaia na banda.

Dáumload (Torrent Magnet)

PS. Após baixar todo o conteúdo, não apague o torrent ou mude as músicas de lugar, semeie para outras pessoas por no mínimo 5 dias. O DNA Agradece!

Nação Zumbi (2012 – Ao Vivo No Recife)

Nação Zumbi, a maior banda do Brasil, lança, em março, um CD/DVD especial. “Ao Vivo no Recife”, gravado em 2009 no Marco Zero (Recife), capta em suas imagens dirigidas por Danilo Bechara toda a energia e a força do grupo pernambucano no palco. O show é composto por 15 músicas nunca antes registradas em DVD. Abrindo o espetáculo está “Fome de Tudo”, seguida por “Bossa Nostra”, “Maracatu Atômico”, “Infeste”, “Corpo de Lama” e a inédita “Cordão de Ouro”, que compõe a trilha sonora do filme “Besouro”. Além da alegria de tocar em casa e para mais de 80 mil pessoas, Jorge Du Peixe (voz), Lúcio Maia (guitarra), Dengue (baixo), Pupillo (bateria e percussão), Gilmar Bola 8 (alfaia e voz), Toca Ogan (percussão e voz), Gustavo da Lua (alfaia) e Marco Matias (alfaia) receberam convidados ilustres nessa noite. São eles: Fred 04 (“Rios, Pontes e Overdrives”), Arnaldo Antunes (“Antene- se”), Os Paralamas do Sucesso (“Manguetown”) e Siba e a Fuloresta (“Trincheira da Fuloresta”). “Ao Vivo no Recife” é um registro emocionante e histórico de uma banda com uma sonoridade e trajetória singulares, que são suas marcas registradas, e fazem da Nação Zumbi a maior banda do Brasil.


Dáumload