Arquivo da Categoria: Sandra Belê

Sandra Belê (2013 – Prisma EP)

capa PRISMA

A voz firme e rascante de Sandra Belê ganha a companhia de samplers, bits e efeitos no EP “Prima”, título do novo show da cantora também. Após três discos lançados e o sucesso do Show “Eternamente Luiz” em 2012, Sandra Belê propõe em “Prisma” um diálogo musical entre compositores contemporâneos da música paraibana com nomes consagrados da música nordestina, por meio de uma musicalidade universal. O novo EP e Show, trazem além de uma artista performática, de voz e interpretação singulares, as sonoridades do abê, do pandeiro, violão, safona, escaleta, riq (pandeiro árabe), cavaquinho, bateria e da guitarra elétrica!

Dáumload

Sandra Belê (2011 – EncarnadoAzul)

Sandra Belê carrega em seu repertório o sentido de lembranças, saudades, emoções e tempos de outrora. A sua vivência com reisados, pastoris, aboios, benditos, romances, forrós tem lhe proporcionado uma interpretação singular, da qual surge a forte identidade que carrega na voz quando interpreta as encantadoras obras do cancioneiro nordestino. Zabelê, cidade do Cariri paraibano, foi seu berço de ouro, lá nasceu, cresceu e aprendeu a admirar as paisagens, os cheiros e os sons duma terra árida, porém fértil para as mais variadas formas de sobrevivência.

Entre os anos de 2004 e 2005 Sandra Belê gravou o Cd Nordeste Valente, o primeiro de sua carreira. Um ano depois encontrava-se na cidade de Taperoá/PB, onde participou como atriz-cantora das gravações da microssérie global A Pedra do Reino do escritor Ariano Suassuna. Com o Cd Nordeste Valente ela participou da coletânea de músicas da Pedra do Reino, organizada pela Som Livre, e da coletânea do Projeto Esquina Brasil, organizada pelo SEBRAE, entre outros. Tem estado presente no mercado cultural da cidade do Recife/PE, Campina Grande/PB, João Pessoa/PB e na região do Cariri Paraibano, através de eventos populares e institucionais. No ano de 2008 Sandra Belê participou do projeto Sete Notas do Sesc Centro de Campina Grande, interpretando o compositor cajazeirense chamado Zé do Norte , surgindo assim o show “Sandra Belê canta Zé do Norte. No mês de agosto, também no projeto Sete Notas a cantora realizou o show “João do Vale – O Poeta do Povo”.

No ano de 2009 lançou o CD intitulado “SE INCOMODE NÃO”, que apresenta o universo romântico do povo nordestino através dos ritmos do xote, arrasta-pé, xaxado, baião e forró é repleto de músicas para dançar, como as tradicionalmente presentes nos repertórios de Luiz Gonzaga, Alcimar Monteiro, Trio Nordestino, Marinês, Gordurinha, Três do Nordeste, Dominguinhos, Jackson do Pandeiro e também no repertório dos novos intérpretes e compositores nordestinos como Marrom Brasileiro, Ranjel Júnior, Carlos Zens, Ilmar Cavalcante, Antônio Costa, Xico Bezerra e muitos outros.

Entre os anos de 2010 e 2011, a cantora gravou seu terceiro CD, intitulado “EncarnadoAzul”, onde o mesmo está saindo da fábrica trazendo lembranças de pastoris ao som de violão, sanfona, bateria, trompete, percussões de efeito, viola, cavaquinho, vocais e um show de contemporaneidade.

Luíz Gonzaga, João do Vale, Gordurinha, João do Vale, Zé do Norte, Dominguinhos, Benedito do Rojão, Sivuca, Marinês, Gonzaguinha, Reisados e Pastoris são algumas das infinitas luzes que fazem com que Sandra Belê cante um passado cheio de amores, desamores e imagens que nos remetem à infâncias brincadas, sofridas, vividas.

Download