Arquivo da Categoria: Urucum na Cara

Urucum na Cara (2012 – à beira do dia)


O grupo mineiro Urucum na Cara acaba de lançar seu primeiro CD autoral – “à beira do dia”. As apresentações serão no SESC Palladium, em Belo Horizonte. Formado por Irene Bertachini (flauta e voz), Christiano de Souza (percussão), Leandro César (viola e violão), Paulo Fróis (bateria) e Thiago Ribeiro (baixo e voz), o grupo contou com a participação de vários artistas que contribuíram na gravação do álbum: Titane, Sérgio Pererê, Adriano Goyatá, Gustavo Amaral, Ismar Quadros, Rodrigo Lana, Rubens Aredes, Luiz Gabriel Lopes, Flora Lopes, Alexandre Andrés e Cimara Fróis.

O primeiro álbum do Grupo Urucum na Cara, “à beira do dia”, apresenta um intenso trabalho de pesquisa sobre a Música Popular contemporânea mineira. O CD contém canções do show homônimo, último trabalho do grupo, como também de repertório mais antigo. O show foi concebido ao longo de 2009 e elaborado a partir de uma pesquisa, uma vivência da música do congado mineiro e suas possíveis intercessões com a música popular contemporânea produzida em Belo Horizonte. Nesse período, a criação conjunta foi a tônica do processo e surgiram várias parcerias, como a canção “Curiá”, de Leandro César e Sérgio Pererê, interpretada no álbum por Titane. A música “Clarear”, de Luiz Gabriel Lopes e Leandro César, composta em Milho Verde durante um inverno cultural trouxe o nome ao CD “à beira do dia”. O trecho reflete o “estar” à beira de um instante musical no cotidiano da cidade. O disco, que traz canções líricas como “Doce Relento”, mostra suingue e balanço em “Angola”, “Abram Alas” e “Sinhazinha” passeando por Cirandas, Sambas, Maracatus e Congos. As experimentações se afloram em “Foi Assim”, que relata uma breve crônica, um passeio pela história da formação do povo brasileiro. “Mudança Radical – Samba pra Beagá” e “Erê” trazem a imagem da cultura atual de Belo Horizonte, sejam nos terreiros de congos e moçambiques ou na forte agitação de artistas jovens que se lançam nos “mares de cimento”, ocupando e se apropriando dos espaços da cidade dando voz à sua arte.

O álbum reflete a efervescência da cena musical de Belo Horizonte e tem como referências a musicalidade de Minas Gerais e sua harmonia criativa, sem deixar de lado o suingue da enorme diversidade rítmica da música brasileira .

Dáumload

Site da banda